Internet vs Livros

Internet e livros são dois termos muito comparáveis, pois ambos fornecem informações valiosas, mas diferem bastante quando comparamos o tempo necessário para fornecer as informações pelos dois. Antes de a Internet estar disponível para nós, os livros eram a única fonte para a qual buscávamos informações, costumávamos ir à biblioteca e procurar o livro que continha informações relevantes. Agora é coisa do passado ir para a biblioteca, pois toda a biblioteca está agora em nossas pontas dos dedos na forma de internet. Surpreende-se a quantidade de informação e a velocidade com que se pode obter informações sobre qualquer coisa. Tanto a internet quanto os livros são duas fontes muito diferentes, mas a geração anterior ainda prefere ler livros e gosta de colecioná-los como lembrança.

Internet

A Internet mudou a maneira como examinamos os livros, pois fornecia tudo, desde história até literatura, educação e entretenimento, tudo com um clique. A Internet agora é considerada a ferramenta mais poderosa de informação disponível para a humanidade, e ainda tem imenso potencial e cresce a cada dia que passa. A Internet é fornecida aos surfistas por meio de servidores localizados em todo o mundo e é possível acessar qualquer site de sua preferência para encontrar as informações relevantes. A Internet revolucionou todos os campos do mundo e não podemos pensar no mundo sem a Internet.

Livros

Os livros existem desde os tempos antigos e antes que o jornal estivesse disponível para os estudiosos, eles usavam pedras, folhas e tecidos para anotar suas descobertas para as gerações futuras. Mas quando o papel foi inventado, os livros se tornaram uma fonte popular de informação e entretenimento. Os livros eram usados ​​anteriormente apenas para educação, mas quando o papel era inventado, os livros eram escritos para todos e para todos os fins. Foram lidos livros para estudar um assunto para entretenimento ou para conhecer história. Os livros foram lidos por crianças para fábulas e por adultos como romances e literatura. Os livros foram disponibilizados aos leitores pelas editoras, imprimindo-os em prensas.